Wednesday, April 05, 2006


A Chuva Chove

A chuva chove mansamente... como um sono
Que tranqüilize, pacifique, resserene...
A chuva chove mansamente...
Que abandono!
A chuva é a música de um poema de Verlaine...
E vem-me o sonho de uma véspera solene,
Em certo paço, já sem data e já sem dono...
Véspera triste como a noite, que envenene...
Num velho paço, muito longe, em terra estranha,
Com muita névoa pelos ombros da montanha...
Paço de imensos corredores espectrais,
Onde murmurem, velhos órgãos, árias mortas,
Enquanto o vento, estrepitando pelas portas,
Revira in-fólios, cancioneiros e missais...

Autor: Cecília Meireles
Para todos que visitam o meu cantinho, mas especialmente para a AHIMSA,
( espero que gostes)
Beijocas da Juca

Postado por ocantinhodajuca às 6:53 AM

(0) comments |

Monday, April 03, 2006



Lindo este poema que partilho com Voces!!
Espero que gostem.

Aqui Está minha Vida


Aqui está minha vida
esta areia tão clara com desenhos de andar dedicados ao vento.
Aqui está minha voz
esta concha vazia,sombra de som curtindo o seu próprio lamento.
Aqui está minha dor
este coral quebrado,sobrevivendo ao seu patético momento.
Aqui está minha herança
este mar solitário,que de um lado era amor e, do outro, esquecimento.

Autor: Cecília Meireles

Beijocas da Juca

Postado por ocantinhodajuca às 8:34 AM

(0) comments |

Wednesday, March 29, 2006


Seus filhos não são seus filhos.
São filhos e filhas do anseio da vida por si mesma.
Eles nascem através de você, mas não de você.
E embora estejam com você,não pertencem a você.
Você pode dar a eles seu amor,mas não seus pensamentos.
Porque eles têm seus próprios pensamentos.
Você pode abrigar seus corpos,mas não suas almas.
Pois suas almas moram na casa do amanhã,que você não pode visitar,nem mesmo em sonhos.
Você deve procurar ser igual a eles,mas não busque torná-los iguais a você.
Pois a vida não caminha para o passado e nem espera pelo amanhã.

Poema de Kahlil Gibran
Beijocas da Juca

Postado por ocantinhodajuca às 6:42 AM

(0) comments |

Wednesday, March 22, 2006


"MÃES"


Mães...
Que carregam seus filhos no ventre da vida.

Mães...
Que se vestem de operárias e de mães na cozinha...

Mães...
Tapando vergonhas numa noção descabida...

Mães...
Que são escravas e filhas da sua mãe pobrezinha...

Mães...
Que se vestem e pintam como eternas princesas...

Mães...
Agastadas por filhos e por diversos poderes...

Mães...
Que resistem a tudo chorando por incertezas...

Mães...
Perdidas num mundo que as fazem ser Mulheres...


(adaptação do poema de Antônio Prates)
Dedicado a todas e futuras mães.
Beijocas da Juca

Postado por ocantinhodajuca às 3:30 AM

(0) comments |

Thursday, March 16, 2006

Fat Girl – Uma História Verdadeira

Fat Girl
Uma História Verdadeira
de
Judith Moore
Quetzal Editores

Nomeação para Prémio MEMOIR 2005The National Book Critics Circle

"Os autores que escrevem sobre estas conversas da treta na primeira pessoa saúdam muitas vezes o leitor à entrada com abraços calorosos e beijos complacentes. Eu não. Não me farei querida. Não porei ares.
Não sou assim tão agradável. Vou-me tornando cada vez menos agradável com a idade. Desconfio das histórias da vida real que terminam num tom triunfal... Construí quatro paredes de gordura e vivi lá dentro. "

Judith Moore
Pelo que já lí sobre este livro, este livro é algo impressionante. E aconselho a todos.
Vou procurar pois tenho de o comprar.
Beijinhos da Juca

Postado por ocantinhodajuca às 6:28 AM

(0) comments |

Saturday, March 11, 2006


Chegou mais um fim de semana.
e ainda por cima fico mais velha................... 34 anos.
quem me dera os meus 24.
O bom, foi que me safei da exposição Export Home.
Para visitante a exposição está o máximo este ano e o nosso stand está muito bom, mas para expositor, grrrrrande seca.
Já bastou na quarta-feira.
Bom fim de semana, que para a próxima o trabalho vai doer, ai ai.


Beijinhos da Juca

Postado por ocantinhodajuca às 4:44 AM

(0) comments |

Tuesday, March 07, 2006



Flores e abraços para quem passa no meu cantinho.

E já agora deixo este pensamento convosco:

"Devido á força da gravidade,
gasta-se menos energia para abrir a boca
do que para fecha-la. "
Beijinhos da Juca

Postado por ocantinhodajuca às 2:49 AM

(0) comments |

Como eu sou

Nome: Juca
Idade: trinta e poucos
Cidade: Vila Nova de Gaia

Coisitas



Miguinhos

:: VICKYS.com.br
::

LembrançasdomeuEsquecimento

::

::

::
Visite a Panpanisca

do fundo do baú

Grilinha

Me-Mes Antigos

January 2006 February 2006 March 2006 April 2006

Créditos

O melhor site de GIFs!

Sheepo.co.kr

Layout por

VICKYS.com.br
Todos os direitos reservados ©

VICKYS.com.br

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com